I Congresso Internacional "Ciência e Tiflologia" em Braille

I Congresso Internacional

Ciência e Tiflologia

A Cegueira em Contexto Científico

I Congresso Internacional

Ciência e Tiflologia

A Cegueira em Contexto Científico

15, 16 e 17 de junho de 2021, em streaming a partir de Castelo de Vide

www.tiflologia.pt

museudetiflologia@gmail.com

15 de junho

17h00 Sessão de Abertura do Congresso

16 de junho

09h00 1º Painel – Educomunicação, Arte e Cultura

14h30 2º Painel – Desenvolvimento Háptico Percepcional e da Suplência Multissensorial em Equidade Social

17 de junho

09h00 3º Painel – Ciência e Tecnologia na Engenharia da Habilitação/Reabilitação, Acessibilidades e Usabilidade

14h30 4º Painel – Ergonomia Espacial, Urbana e no Design Web, para a Orientação e Mobilidade com Autonomia e Independência

Organização

Centro Português de Tiflologia (CPTEI)

Fundação Nossa Senhora da Esperança (FNSE)

Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT)

Comissão Organizadora

João Palmeiro

João Guimarães

David Vaqueiro

Ana Assis Pacheco

Augusto Deodato Guerreiro

Manuel de Azevedo Antunes

Manuel da Costa Leite

Maria de Lurdes Guerreiro

Comissão Científica

Augusto Deodato Guerreiro

Ana Assis Pacheco

Carlos Mourão Pereira

Esmeraldo de Azevedo

João Palmeiro

Manuel de Azevedo Antunes

Manuel da Costa Leite

Maria de Lurdes Guerreiro

Serafim Queirós

Comissão de Honra

Sua Excelência o Dr. Jorge Sampaio, Ex Presidente da República

Arquitecta Ângela Carvalho Ferreira, Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural

Drª Ana Sofia Antunes, Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência

Comendador Rui Azinhais Nabeiro

Doutor António Ceia da Silva, Presidente CCDR Alentejo

Doutora Ana Paula Amendoeira, Diretora Regional de Cultura do Alentejo

Professor Doutor Mário Caneva Moutinho, Reitor da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Professora Doutora Ana Costa Freitas, Reitora da Universidade de Évora

Professora Doutora Judite Medina do Nascimento, Reitora da Universidade de Cabo Verde

Doutor Albano Silva, Presidente do Instituto Politécnico de Portalegre

Professora Doutora Judite Santos Primo, Diretora da Área de Museologia da ULHT - Cátedra UNESCO

António Manuel das Neves Nobre Pita, Presidente da Câmara Municipal de Castelo de Vide

Doutor Edmundo Martinho, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Professor Doutor Manuel de Almeida Damásio, Administrador da COFAC

Professor Doutor Alberto Trovão do Rosário, Presidente do Conselho de Administração da ONGD Causa Maior e da Mesa da Assembleia Geral do CPTEI

Professora Doutora Fernanda Souto Bessa, Secretária-Geral da ONGD Causa Maior e Vice-Presidente do CPTEI

Dr Joaquim Jorge, Adjunto Gabinete Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural

Doutor Humberto Santos, Presidente do Instituto Nacional para a Reabilitação

Professora Doutora Maria Romeiras, Instituto de História Contemporânea, NOVA Lisboa

Doutora Isabel Picão Abreu, Coordenadora ADER-AL

Mesa de Abertura

Dr João Palmeiro (Presidente do Conselho de Administração da Fundação Nossa Senhora da Esperança)

Professor Augusto Deodato Guerreiro (Presidente do Centro Português de Tiflologia, CPTei)

«Ciência e Tiflologia: Variáveis Tiflocientíficas para a Inclusão em Qualidade e Oportunidades Equitativas»

1º Painel – Educomunicação, Arte e Cultura

Moderador: Professor Doutor Alberto Trovão do Rosário

Presidente do Conselho de Administração da ONGD Causa Maior e da Mesa da Assembleia Geral do CPTei

Professora Amanda Tojal, Ph.D. (ArteInclusão)

“A contribuição da Experiência Multissensorial para a apreciação de Obras de Arte das pessoas cegas ou com baixa visão”.

Arquiteta Ana Assis Pacheco, Ph.D (CEHR/ UCP)

Adèle Sigaud e outras vírgulas da História da Tiflologia

Professor Armando Malheiro da Silva, Ph.D (Universidade do Porto)

«Infocomunicação e Educomunicação com a Pessoa Cega»

Professor Manuel de Azevedo Antunes, Ph.D (ULHT)

Do Índice de Desenvolvimento Humano aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, com incidência nas Desequidades

Jean Devost (pintor e escultor)

Voir autrement: Cours de peinture pour malvoyants

Aida Fortuny Lobato (Museo Tiflologico ONCE)

Enjoying art beyond vision - Awareness of accessibility in art and education of the blind and visually impaired.

Professor Manuel da Costa Leite, Ph.D (ULHT)

Castelo de Vide i SENSORY GARDEN

Professora Zélia Belo Torres, Ph.D (Instituto Piaget)

Educomunicação Inclusiva: Estratégias Pedagógicas para Alunos com Baixa Visão

2º Painel – Desenvolvimento Háptico Percepcional e da Suplência Multissensorial em Equidade Social

Moderadora: Mestre Susana Juzarte

Vice-Tesoureira do CPTei

Arquiteto Carlos Mourão Pereira, Ph.D (CiTUA, IST-ULisboa)

«O Potencial Multissensorial da Inclusão da Condição de Cegueira no Ensino da Arquitetura»

Professora Carlota Brazileiro, Ph.D (Instituto Piaget)

Didática da Matemática para a Criança Cega em Contexto Inclusivo

Professor Hélder Bértolo, Ph.D (Universidad Complutense de Madrid)

Processamento Visual em Cegos Congénitos: um modelo para a imagética visual na ausência de percepção visual

Professor Jorge Vilela de Carvalho, Diretor do Departamento de Desporto do IPDJ, I.P.

Comunicação na área da psicomotricidade e Dinâmica Desportiva para Pessoas Cegas em Contexto Inclusivo

Professor Serafim Queirós (Mestre em Educação Especial FMH/ULisboa)

«Síntese dos Estudos das Neurociências, Psicologia e Fisiologia da Perceção Háptica Circunscrita à Função Percetivocognitiva da Mão»

Professor Vítor da Fonseca, Ph.D (FMH/ULisboa)

O Papel da Exploração Háptica na Aprendizagem da Pessoa Cega

3º Painel – Ciência e Tecnologia na Engenharia da Habilitação/Reabilitação, Acessibilidades e Usabilidade

Professora Doutora Fernanda Souto Bessa

Secretária-Geral da ONGD Causa Maior e Vice-Presidente do CPTEI

Engenheiro Edwin Valdes (Director Ejecutivo de TifloEduca, Colombia)

Ingeniería: Diseño Universal para una efectiva habilitación y rehabilitación

Professor Francisco Godinho, Ph.D (UTAD/SUPERA)

A investigação em Engenharia de Reabilitação para a autonomia das pessoas com deficiência visual ao longo dos tempos

Professor José António Borges, Ph.D (UFRJ/Brasil)

Matemática para estudantes cegos, do ensino fundamental à Universidade: uma metodologia inclusiva baseada no uso intensivo de ferramentas computacionais.

Investigadora Professora Maria Romeiras Amado, Ph.D (Instituto de História Contemporânea/UNLisboa)

«Da Ubiquidade do Virtual na Investigação: Relevância da Acessibilidade na Disponibilização de Recursos Históricos, Sociológicos e Culturais Online»

Mestre Vera Rapagão (Fundação Raquel e Martin Sain)

Lidando com uma Pandemia: Experiências de Formação à Distância Dirigida a Pessoas Cegas e com Baixa Visão

4º Painel – Ergonomia Espacial, Urbana e no Design Web, para a Orientação e Mobilidade com Autonomia e Independência

Moderador - Dr Alexandre Cordeiro

Presidente do Conselho Fiscal do CPTei

Professor Domingos Rasteiro, Ph.D (Instituto Piaget)

«As Pessoas Cegas e as Cidades Inclusivas: Uma Necessidade Emergente»

Fredric K. Schroeder, Ph.D (President, World Blind Union)

Autonomous Vehicles and the Blind: Expanding Opportunities for Full Integration

Dr. Jorge Fernandes (AMA/Portugal)

«Serviços Públicos Online em Portugal: o uso de leitores de ecrã como ferramenta de análise de práticas de acessibilidade e usabilidade»

Lic. Matías Ferreyra, presidente Latin American Union of the Blind (ULAC)

El diseño de entornos accesibles, la legislación y la participación de las Organizaciones de Personas con discapacidad en las políticas públicas

Professor Júlio Damas Paiva (Mestre em Educação Especial pela FMH/ULisboa)

«Orientação e Mobilidade: Ausência de Discurso neste Domínio»

Professora Leonor Moniz Pereira, Ph.D (FMH - ULisboa)

A Informação Sensorial na Orientação e Mobilidade: o Desenvolvimento da Criança Cega neste Contexto

Dr. Rodrigo Santos (Presidente da Direção Nacional da ACAPO)

“A administração Participada como paradigma de realização da sociedade inclusiva – o papel e a participação das pessoas com deficiência visual na construção de políticas públicas inclusivas”